Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

15053782

Visitantes

Notícias

Oleiros aposta na valorização artística da paisagem

Por Município de Oleiros em 29 de Junho de 2020

Oleiros aposta na valorização artística da paisagem

No âmbito do “Programa de Apoio em Parceria - Revitalização do Pinhal Interior - Programa de Desenvolvimento Cultural do Território”, financiado pela DGArtes e integrado no festival intermunicipal “Experiências Artísticas na Paisagem - Cortiçada Art Fest”, promovido pelos municípios de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, vai ser instalada em Oleiros a obra Moon gate. Esta integrará um roteiro de obras nos 3 concelhos que constitui uma das ações do projeto em parceria que contempla ainda a realização de ateliês, residências artísticas, um concurso para artistas locais a ser lançado brevemente e uma exposição final que terá lugar em 2021 num local de renome a nível nacional, projetando culturalmente a região. 

A instalação de Oleiros situa-se sobre a Ribeira de Oleiros, na Torna, tendo como ponto de partida uma aproximação àquele corredor enquanto fenómeno físico, real e tangível e, simultaneamente, como lugar percecionado de fascínio e deleite. Um lugar de exceção que "remete para o diferente, para um jardim distante e para as memórias e relatos do encontro de António de Andrade com as paisagens do Oriente" e que, ao mesmo tempo, vem dar o mote para uma série de expressões artísticas na paisagem que pretendem revitalizar o território. 

Com o cunho do atelier portuense Marques de Aguiar, Moon gate evoca uma entrada num jardim distante. A modelação da obra, a par da escolha do lugar e a sua suspensão, reforçam a identidade da peça. "O rigor deste elemento geométrico no cenário da ribeira acentuam ainda a sensação de intencionalidade e de estabilidade presentes nas "entradas" dos lugares de exceção". Simultaneamente, "a modelação das transparências, opalinos e texturas da superfície circular orientam o ver e não ver da paisagem. Por seu lado, o ligeiro movimento e a suspensão aparentemente instável, induzem ao mistério do desconhecido". Recorde-se que esta vai ser uma obra circular de 2 m de diâmetro em resina de cor âmbar, suspensa a 2,5 m do solo, numa relação direta com a Ribeira. A instalação enquadra-se nos elementos naturais, sugerindo a criação de um jardim "misterioso" a partir da água, das pedras da ribeira, da vegetação e da manipulação de transparências.

Voltar

Agenda Cultural

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2020 - Desenvolvido por citricweb.pt