Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

10669228

Visitantes

Notícias Arquivo de Notícias

Exposição de artes decorativas na Junta de Freguesia de Oleiros

Por Município de Oleiros em 05 de Abril de 2013

Exposição de artes decorativas na Junta de Freguesia de Oleiros

Está patente, no edifício da Junta de Freguesia de Oleiros, de 27 de março a 14 de abril, uma exposição de artes decorativas da autoria de Maria José Tavares Barata.

Ler mais

Autarca de S. Nicolau do Tarrafal - Cabo Verde visita concelho de Oleiros

Por Município de Oleiros em 04 de Abril de 2013

Autarca de S. Nicolau do Tarrafal - Cabo Verde visita concelho de Oleiros

O Presidente da Câmara de S. Nicolau do Tarrafal, em Cabo Verde, esteve de visita ao concelho de Oleiros nos passados dias 5 e 6 de março, no âmbito de um acordo de cooperação entre a autarquia Oleirense e aquela autarquia cabo-verdiana. O apoio a S. Nicolau do Tarrafal já está no terreno e neste momento Oleiros acolhe 10 alunos cabo-verdianos, os quais estudam no ensino secundário e veem o alojamento e a sua alimentação suportados pela autarquia local. Na sequência da visita do edil de Cabo Verde, prevê-se que o apoio da autarquia Oleirense possa ser alargado. Segundo o autarca Oleirense "o objetivo é que o protocolo que já existe de apoio aos alunos possa ser alargado a outras áreas".

Refira-se que este não é o único acordo de cooperação estabelecido pelo município de Oleiros. No passado dia 23 de março, em Lisboa, foi assinado um protocolo com o governo de Timor, numa sessão solene em que esteve presente o representante do governo timorense, secretário de Estado da Descentralização Administrativa. No âmbito deste acordo estão envolvidos 26 municípios portugueses, entre os quais Oleiros, Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Vila Velha de Ródão, estando previsto o apoio das autarquias portuguesas na construção de escolas e na formação de pessoal das câmaras timorenses.

 

Ler mais

Nova peça de teatro sobe ao palco em Oleiros

Por Município de Oleiros em 04 de Abril de 2013

Nova peça de teatro sobe ao palco em Oleiros

Vai realizar-se no próximo dia 27 de abril (sábado), pelas 21:30h, no auditório da Santa Casa da Misericórdia de Oleiros, mais uma peça de teatro resultante do empenho de um grupo de amigos, utilizadores e funcionários da Casa da Cultura. A peça levada ao palco aborda a temática da Crise em três vertentes: internacional, nacional e local. Nesse sentido, como convidados especiais para a realização da palestra “Mas que Crises!!!”, vão estar em Oleiros os representantes da Troika, do FMI e do Governo Local, os quais “com a sua sabedoria e experiência” irão certamente deixar sugestões e incentivos à população para melhor enfrentar a conjuntura atual.  

Não querendo revelar muito sobre a peça e o seu elenco, refira-se que a moderadora desta palestra é uma figura muito conhecida da cena política internacional e que os dirigentes presentes serão presenteados com as melhores iguarias gastronómicas da região. A entrada é gratuita e aberta a toda a população.

Ler mais

5.º Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho bate recordes

Por Município de Oleiros em 02 de Abril de 2013

5.º Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho bate recordes

A realização da quinta edição do Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho, em 9 restaurantes do concelho, bateu recordes em termos de número de estabelecimentos aderentes, cabritos estonados assados e pessoas participantes. A grande afluência de público deveu-se ao empenho dos profissionais aderentes, os quais quiseram dar o seu melhor na afirmação de duas iguarias gastronómicas únicas e com grande capacidade de atração de visitantes e turistas àquele concelho. 

Pelos restaurantes Callum (Hotel Santa Margarida – Oleiros), Casa Peixoto (Oleiros), Encosta do Sol (Orvalho), Ideal (Oleiros), Maria Pinha (Oleiros), Prontinho (Oleiros), Regional (Oleiros), Salina (Oleiros) e Slide (Ponte de Cambas), durante os dois fins-de-semana do Festival, fruto de um forte investimento em divulgação, passaram centenas de pessoas oriundas de vários pontos do país. Também o número de cabritos e maranhos servidos excedeu os números de anteriores edições, revelando que esta é uma aposta em que muitos acreditam e que cada vez mais é encarada como uma oportunidade para os empresários Oleirenses da restauração.

Ler mais

Feira Quinhentista de 31 de maio a 2 de junho

Por Município de Oleiros em 02 de Abril de 2013

Feira Quinhentista de 31 de maio a 2 de junho

Integrada na celebração dos 500 anos do Foral de Oleiros, o município de Oleiros dá continuidade aos festejos e em conjunto com Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade e a Companhia de Teatro Viv´Arte, volta a promover a Feira Quinhentista, nos dias 31 de maio, 1 e 2 de junho de 2013. Esta realiza-se em Oleiros, pela segunda vez e consiste num evento diferenciador onde não faltará um mercado da época, torneio d´armas a cavalo, animação de rua, colóquio, teatro e recriação histórica.

O evento, tal como em 2011, pretende transportar as pessoas numa viagem no tempo para um período histórico importante para Oleiros, coincidindo com o século em que nasceu em Oleiros o Padre António de Andrade, primeiro europeu a descobrir o Tibete. A era de mil e quinhentos representou ainda uma época profícua em termos nacionais e mundiais, na qual chega a Portugal o Renascimento e ocorreram os Descobrimentos. Recorde-se que a primeira edição da Feira Quinhentista, há dois anos, revelou-se um enorme sucesso devido ao empenho de toda a comunidade escolar, tendo-se alastrado a toda a sociedade local.

Ler mais

Exposição de pintura inédita em Oleiros

Por Município de Oleiros em 28 de Março de 2013

Exposição de pintura inédita em Oleiros

Está patente em Oleiros, até ao dia 30 de abril, a exposição de pintura “Cantos e Recantos da Cor”, da autoria de José de Paula. Os 22 óleos que compõem esta mostra, relevando diferentes técnicas, podem ser apreciados no Posto de Turismo Municipal e evidenciam o talento do maior especialista em Realismo Mágico em Portugal. Esta é uma corrente artística que deriva da escola literária com o mesmo nome, tendo surgido no séc. XX na América Latina e expandindo-se na Europa, principalmente em Espanha. Este movimento que se traduz num certo onirismo de forma realista, é evidente em romancistas sul-americanos como Gabriel García Márquez, Laura Esquivel ou Isabel Allende. 

Apesar de aparentemente desatento à realidade, o realismo mágico compartilha algumas características com o realismo épico, como a intenção de dar verossimilhança interna ao fantástico e ao irreal, diferenciando-se assim da atitude niilista assumida originalmente pelas vanguardas do início do século passado, como o surrealismo. Numa altura em que a América do Sul assume grande protagonismo, com a eleição do 1.º papa sul-americano, Oleiros exibe uma exposição de pintura diferenciadora, onde o autor exibe várias correntes e técnicas, possibilitando a quem a visita o contacto com este interessante movimento artístico originário daquela região do globo. 

Recorde-se que José de Paula para além de escultor e autor da estátua de homenagem ao Padre António de Andrade, situada em frente aos Paços do Concelho de Oleiros, é considerado um dos 25 melhores pintores portugueses, tendo exposto com outros nomes de relevo da cena artística nacional como Júlio Pomar, Paula Rego ou Graça Morais.

 

Ler mais

Professor Doutor Jorge Paiva vem a Oleiros

Por Município de Oleiros em 27 de Março de 2013

Professor Doutor Jorge Paiva vem a Oleiros

Está agendada para o próximo dia 10 de abril, pelas 10 horas, no auditório da Casa da Cultura de Oleiros, a palestra “A importância da floresta portuguesa", pelo ilustre Prof. Doutor Jorge Paiva. A sessão é aberta a todos os interessados * e  insere-se no âmbito da Prova de Aptidão Profissional "A importância das Plantas Aromáticas e Medicinais no Turismo" de uma aluna Oleirense do Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural da Escola Tecnológica e Profissional da Sertã, contando com o apoio do Município de Oleiros.

Recorde-se que o Prof. Jorge Paiva é um dos mais reconhecidos professores da Universidade de Coimbra, tendo nascido em Cambondo (Angola), a 17 de setembro de 1933, há 79 anos. Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade de Coimbra e doutorado em Biologia pelo Departamento de Recursos Naturais e Medio Ambiente da Universidade de Vigo (Espanha), tem sido investigador principal no Departamento de Botânica da Universidade de Coimbra, onde lecionou algumas disciplinas, tendo também lecionado, como professor convidado, na Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, nos Departamentos de Biologia das Universidades de Aveiro e da Madeira, na licenciatura de Arquitetura Paisagista da Universidade Vasco da Gama de Coimbra, no Departamento de Engenharia do Ambiente do Instituto Superior de Tecnologia de Viseu e no Departamento de Recursos Naturais e Medio Ambiente da Universidade de Vigo (Espanha).

O ilustre professor é uma figura marcante. Corre dez quilómetros todos os dias e toma sempre duche de água fria. Está aposentado mas continua a fazer investigação em Botânica e a defender a preservação do ambiente através das palestras que faz pelas escolas. Jorge Paiva diz que não lhe resta “muito futuro” mas com tudo o que atualmente faz ainda aceitou o convite para fazer um documentário que implica várias viagens aos Trópicos “para recriar as explorações botânicas que a Universidade de Coimbra fez há dois séculos”. “Sempre fui um amante da natureza porque nasci no meio da floresta”. “Muitas vezes fui repreendido pela minha mãe por subir às árvores”, lembra. Mas nem isso, muito menos o medo que nunca teve pelos animais selvagens, o impediam de fazer explorações."Nunca tive medo dos animais, apenas muito respeito pelo leopardo" porque este “passeava-se” em cima do teto de zinco do quarto onde dormia.

Tem percorrido e continua a percorrer a Europa, particularmente a Península Ibérica, Ilhas Macaronésicas, África, América do Sul e Ásia. “Conheço as florestas equatoriais de todos os Continentes", garante. De todas as viagens guarda na memória aventuras para contar. Uma vez, na África Oriental, enquanto colhia plantas, deparou-se com um elefante apenas a cinco metros de distância. Numa outra expedição dormiu no jipe rodeado de leões e nesse mesmo veículo foi atacado por um búfalo. Episódios que diz serem “nada de especial” pois acredita que “é mais fácil morrer atropelado em Lisboa do que com um problema na selva”. Aventureiro como poucos, aos 60 anos de idade decidiu ir para a Amazónia fazer uma demonstração. “Estive duas semanas nas margens do Rio da Dúvida, todo nu e sozinho, para demonstrar que sem biodiversidade não vamos sobreviver mas sem dinheiro isso é possível. Fui completamente picado mas foi muito engraçado, comia o que os símios comiam”, lembra.

* Informações e inscrições: 966444390 (Catarina Simão);
catarinasimao@gmail.com

Ler mais

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 | 273 | 274 | 275 | 276 | 277 | 278 | 279 | 280 | 281 | 282 | 283 | 284 | 285 | 286 | 287 | 288 | 289 | 290 | 291 | 292 | 293 | 294 | 295 | 296 | 297 | 298 | 299 | 300 | 301 | 302 | 303 | 304 | 305 | 306 | 307 | 308 | 309 | 310 | 311 | 312 | 313 | 314 | 315 | 316 | 317 | 318 | 319 | 320 | 321 | 322 | 323 | 324 | 325 | 326 | 327 | 328 | 329 | 330 | 331 | 332 | 333 | 334 | 335 | 336 | 337 | 338 | 339 | 340 | 341 | 342 | 343 | 344 | 345 | 346 | 347 | 348 | 349 | 350 | 351 | 352 | 353 | 354 | 355 | 356 | 357 | 358 | 359 | 360 | 361 | 362 | 363 | 364 | 365 | 366 | 367 | 368 | 369 | 370 | 371 | 372 | 373 | 374 | 375 | 376 | 377 | 378 | 379 | 380 | 381 | 382 | 383 | 384 | 385 | 386 | 387 | 388 | 389 | 390 | 391 | 392 | 393 | 394 | 395 | 396 | 397 | 398 | 399 | 400 | 401 | 402 | 403 | 404 | 405 | 406 | 407 | 408 | 409 | 410 | 411 | 412 | 413 | 414 | 415 | 416 | 417 | 418 | 419 | 420 | 421 | 422 | 423 | 424 | 425 | 426 | 427 | 428 | 429 | 430 | 431 | 432 | 433 | 434 | 435 | 436 | 437 | 438 | 439 | 440 | 441 | 442 | 443 | 444 |

Agenda Cultural

Inquérito

Considera que a Confraria Gastronómica do Cabrito Estonado é uma mais-valia para Oleiros?

Ver Resultados

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2017 - Desenvolvido por citricweb.pt