Contactos
Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros Oleiros

Navegação

Pesquisa no Site

Sugestões:

 
Fechar [x]

Risco de incêndio

10064293

Visitantes

Notícias Arquivo de Notícias

Centro histórico da Vila fechado ao trânsito

Por Município de Oleiros em 30 de Maio de 2013

Centro histórico da Vila fechado ao trânsito

Do final da tarde do dia 30 de maio até às 24h00 do dia 2 de junho

Com a realização da Feira Quinhentista em Oleiros, de 31 de maio a 2 de junho, um evento promovido por esta autarquia, em parceria com o Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade e a Companhia de Teatro Viv´Arte, o qual se integra nas comemorações dos 500 anos do Foral Manuelino de Oleiros, as ruas do Centro Histórico da Vila estarão encerradas ao trânsito automóvel a partir do final da tarde de quinta-feira, dia 30 de maio.

Recorde-se que este pretende ser um acontecimento diferenciador e a exemplo da última edição promete envolver toda a comunidade. Um exemplo desta adesão tem a ver com as habitações e estabelecimentos comerciais de Oleiros que começam a ser engalanados com motivos relacionados com a temática do Foral e da era quinhentista. Descobrimentos, Renascimento, o Padre António de Andrade ou o Foral Manuelino de Oleiros, são apenas alguns dos motes para a decoração das montras.

Se não tem planos para o próximo fim-de-semana, esta será uma boa oportunidade de conhecer a Vila de Oleiros e toda a sua história, com as ruas do Centro Histórico encerradas ao trânsito e um programa de animação bastante apelativo.

Ler mais

Férias desportivas estão à porta

Por Município de Oleiros em 30 de Maio de 2013

Férias desportivas estão à porta

A sexta edição das Férias Desportivas Verão 2013, organizada pelo Município de Oleiros, está já agendada para o período de 17 de junho a 5 de julho e destina-se a crianças e jovens dos 6 aos 16 anos. Recorde-se que esta é uma iniciativa que tem como objetivo proporcionar aos participantes um programa com atividades divertidas, seguras e orientadas por profissionais qualificados e experientes.

Assim, uma ida à praia, a realização de um challenger aventura ou de um acampamento, são só alguns dos muitos atrativos onde não faltarão jogos aquáticos, waterball, idas à praia fluvial, muitos desportos coletivos, jogos tradicionais e pré desportivos. As inscrições poderão ser efetuadas até ao dia 13 de junho, na receção das Piscinas Municipais de Oleiros.

Ler mais

3.º Convívio de Pesca Embarcada de Oleiros

Por Município de Oleiros em 30 de Maio de 2013

3.º Convívio de Pesca Embarcada de Oleiros

Vai ter lugar no próximo dia 1 de junho, na Aldeia de Xisto de Álvaro (Oleiros), em plena albufeira do Cabril, o 3.º Convívio de Pesca Embarcada ao Achigã promovido pela Associação Recreativa e Cultural de Oleiros (ARCO), conjuntamente com a autarquia local e com o apoio das Juntas de Freguesia de Álvaro e de Oleiros. A prova desportiva terá início pelas 7H00, junto à Ponte de Álvaro e o programa é bastante vasto, sugerindo-se uma visita à Feira Quinhentista que decorrerá de 31 de maio a 2 de junho, na Vila de Oleiros, no âmbito da celebração dos 500 anos da atribuição do seu Foral Manuelino.

 

Ler mais

Última caminhada Oleiros em Marcha dia 31 de maio

Por Município de Oleiros em 28 de Maio de 2013

Última caminhada Oleiros em Marcha dia 31 de maio

Promovido pelas Piscinas Municipais de Oleiros, está a decorrer em Oleiros, durante o mês de maio o Ciclo de Caminhadas “Oleiros em Marcha”. A última caminhada será no dia 31 de maio (sexta-feira), com início marcado para as 21 horas no Jardim Municipal. 

Ler mais

Colóquio sobre Foral Manuelino de Oleiros no próximo sábado

Por Município de Oleiros em 28 de Maio de 2013

Colóquio sobre Foral Manuelino de Oleiros no próximo sábado

No âmbito da realização da Feira Quinhentista em Oleiros, a qual decorre de 31 de maio a 2 de junho no Centro Histórico daquela vila e se insere nas celebrações dos 500 anos da atribuição do seu Foral Manuelino, está agendado para sábado (dia 1 de junho) um colóquio que irá abordar algumas questões relacionadas com aquele documento régio. O acontecimento está marcado para as 16H, após a passagem do cortejo pelas ruas do burgo (o qual terá início pelas 15 horas de sábado) no Auditório da Casa da Cultura de Oleiros, sito na Praça da República.

Recorde-se que a Carta de Foral ou simplesmente Foral, consiste num documento real utilizado em Portugal que visava estabelecer um concelho e regular a sua administração, limites e privilégios. Os forais manuelinos, também chamados de “Forais Novos”, foram atribuídos no reinado de D. Manuel I, maioritariamente no séc. XVI, a chamada era quinhentista, com o objetivo de sistematizar a governação local ao nível administrativo. Estes são também conhecidos como de “leitura nova”, uma vez que neles é instituído um novo tipo de letra caligráfica (o gótico librário), mais inteligível.

Para além do colóquio sobre o Foral Manuelino de Oleiros, o programa da Feira compreende diversas atividades. Com início marcado para as 20H de sexta-feira (dia 31 de maio), os festejos prolongam-se por 3 dias com um banquete ao ar livre, arraial, danças à desgarrada, espetáculo de malabares de fogo e Danças Mouras. Durante as celebrações, não faltarão comeres e beberes nas tabernas e casas de pasto.

Nos dias de sábado e domingo a feira abre às 14H00, havendo nos dois dias a realização de um cortejo régio, pelas ruas do burgo (15H). A animação no terreiro será outra constante com Danças Renascentistas, jogos tradicionais infantis, torneios de armas apeados e a cavalo, danças e folias com saltimbancos e muitas recriações históricas como a leitura e teatralização da Carta de Foral, no domingo, após o cortejo régio.

Ler mais

2.ª Mini-volta a Portugal passou pelo concelho

Por Município de Oleiros em 28 de Maio de 2013

2.ª Mini-volta a Portugal passou pelo concelho

Nos passados dias 26 e 27 de maio passaram por Oleiros as 2.ª e 3.ª etapas da 2.ª Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo, prova também intitulada por 9º. Passeio de Bicicleta “Ciclismo para Todos”. Esta insere-se no Calendário Nacional da União Velocipédica Portuguesa da Federação Portuguesa de Ciclismo e rege-se sob a temática “Conhecer Portugal Terra a Terra, o Nosso Coração Sorri e Agradece”. O passeio com a duração de 8 dias, possui 12 etapas e um total de aproximadamente 850 Kms, tendo partida e chegada a Alpiarça, numa ação conjunta com a UVP-FPC - Associação de Ciclismo de Santarém, Secção de Cicloturismo do C.D. "Águias de Alpiarça” e 100%TT/Núcleo de Cicloturismo de Alpiarça. 

A 2.ª etapa – Mação-Oleiros, desenrolou-se assim no dia 26 de maio e percorreu cerca de 76 Km. Os atletas chegaram a Oleiros pelas 12H45, local onde ficaram para o dia seguinte. Após uma tarde livre pelo concelho, os atletas pernoitaram numa das unidades de alojamento existentes. No dia seguinte, dia 27 de maio, deu-se início à 3.ª etapa – Oleiros – Fundão, num total de cerca de 83 Km, tendo os atletas partido pelas  8H45, no Largo da Câmara Municipal de Oleiros.

Ler mais

Oleiros revive era quinhentista no próximo fim de semana

Por Município de Oleiros em 27 de Maio de 2013

Oleiros revive era quinhentista no próximo fim de semana

No âmbito das celebrações dos 500 anos da atribuição do Foral Manuelino a Oleiros, a qual se celebra a 20 de outubro de 2013, o Município de Oleiros, em parceria com o Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade e a Companhia de Teatro Viv´Arte, levam a efeito no próximo fim-de-semana, pela segunda vez, a Feira Quinhentista – um evento diferenciador que se revelou um enorme sucesso em 2011.

Assim, na noite de trinta e um de maio e dias um e dois de Junho, bem no coração do Pinhal, terá lugar uma recriação do ambiente histórico típico da época Renascentista. Mercadores, menesteres, cantadores e bailadores de rua, uma taverna bem aviada de comeres e beberagens e folias variadas, vão imprimir um cunho Quinhentista à calorosa e acolhedora vila de Oleiros. Esta viagem ao passado tem um forte cariz histórico-cultural e pretende recriar a era de quinhentos, conhecida pelos Descobrimentos, mas também pela entrada do Renascimento em Portugal ou pelo nascimento do Padre António de Andrade naquela vila, no final do século XVI. Assim, de 31 de maio a 2 de junho, o Centro Histórico da vila estará todo engalanado, com as ruas fechadas ao trânsito automóvel. Nas imediações da Igreja Matriz, haverá um mercado da época onde não faltarão especiarias e outros produtos trazidos com os Descobrimentos, assim como uma taverna típica onde não faltarão petiscos e bebidas daquela altura.

O evento tem início pelas 20h00 de sexta-feira (dia 31), altura em que o Arauto lê a postura que decreta três dias de festa para celebrar os 500 anos do Foral de Oleiros. Para a noite de sexta-feira, está ainda agendado um banquete ao ar livre (com início pelas 21h00), um arraial com danças à desgarrada, um espetáculo de malabares de fogo e danças mouras.

No sábado, a feira abre às 14h00, estando previsto o cortejo régio pelas ruas do burgo para as 15h00. Nesse dia, para além da animação no terreiro com danças renascentistas, a apresentação dos escudeiros de linhagem, o adubamento de novos cavaleiros, a justa de cortesia entre os notáveis cavaleiros e os jogos tradicionais infantis, haverá ainda lugar para a realização de um colóquio, pelas 16h00, no Auditório da Casa da Cultura, pelo dr. Leonel de Azevedo e o qual se debruçará sobre o Foral Manuelino de Oleiros.

Já pelas 17h00, irá ocorrer um torneio de armas apeado, na Liça, por amor de uma donzela desvalida, seguindo-se a visita do Almotacem e do Almotacem e do Meirinho à Feira e aferição dos pesos e medidas nos tendeiros, almocreves e carroças de bufarinheiros, assim como a apresentação a El-Rei de grupos de judeus sefarditas, recém-chegados de Espanha, rogando-lhe proteção. Entretanto, dois mouriscos irão suplicar ao Rei pelas suas vidas.

Após a Eucaristia das 21h00, haverá ainda o rapto das freiras samaritanas por uma mesnada castelhana e o seu resgate pela milícia da Vila, seguindo-se a entrada no terreiro de saltimbancos e histriões. Ao som das gaitas de foles e dos pandeiros, haverá um baile pelo povo folgazão. A feira no sábado encerra às 24h00.

No último dia, a feira tem início novamente pelas 14h00, com a abertura do arraial e a arruada pelas ruas do burgo. Após a visita do Meirinho e dos mesteirais, haverá comeres e beberes nas tabernas e casas de pasto. O cortejo régio de domingo, a exemplo do dia anterior será pelas 15h00 e percorrerá novamente as ruas do burgo. A este momento segue-se a leitura e teatralização da carta de Foral. Para as 17h00 está agendado o torneio de armas a cavalo, na Liça, para adubamento de cavaleiros. Neste último dia haverá ainda danças e folias com saltimbancos e menestréis e jogos tradicionais. Durante o fim-de-semana, não faltarão comeres e beberes nas locandas do mercado.

A terminar, pelas 21h00 de domingo, o toque a rebate no terreiro marcará o fim dos festejos, com o ataque de uma horda de salteadores esfaimados. Após o julgamento e execução em praça pública dos salteadores capturados, seguir-se-á um Auto de Fé de heréticos e contumazes. Quando forem 22h00, dá-se o encerramento da feira.

Ler mais

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 | 273 | 274 | 275 | 276 | 277 | 278 | 279 | 280 | 281 | 282 | 283 | 284 | 285 | 286 | 287 | 288 | 289 | 290 | 291 | 292 | 293 | 294 | 295 | 296 | 297 | 298 | 299 | 300 | 301 | 302 | 303 | 304 | 305 | 306 | 307 | 308 | 309 | 310 | 311 | 312 | 313 | 314 | 315 | 316 | 317 | 318 | 319 | 320 | 321 | 322 | 323 | 324 | 325 | 326 | 327 | 328 | 329 | 330 | 331 | 332 | 333 | 334 | 335 | 336 | 337 | 338 | 339 | 340 | 341 | 342 | 343 | 344 | 345 | 346 | 347 | 348 | 349 | 350 | 351 | 352 | 353 | 354 | 355 | 356 | 357 | 358 | 359 | 360 | 361 | 362 | 363 | 364 | 365 | 366 | 367 | 368 | 369 | 370 | 371 | 372 | 373 | 374 | 375 | 376 | 377 | 378 | 379 | 380 | 381 | 382 | 383 | 384 | 385 | 386 | 387 | 388 | 389 | 390 | 391 | 392 | 393 | 394 | 395 | 396 | 397 | 398 | 399 | 400 | 401 | 402 | 403 | 404 | 405 | 406 | 407 | 408 | 409 | 410 | 411 | 412 | 413 | 414 | 415 | 416 | 417 | 418 | 419 | 420 | 421 | 422 | 423 | 424 | 425 | 426 | 427 | 428 | 429 | 430 | 431 | 432 | 433 | 434 | 435 |

Agenda Cultural

Inquérito

Considera que a Confraria Gastronómica do Cabrito Estonado é uma mais-valia para Oleiros?

Ver Resultados

Newsletter




Home | Notícias | Telefones Úteis | Contactos | Acessos para Oleiros | Mapa do Site | Programação Mensal | Links

© Município de Oleiros 2017 - Desenvolvido por citricweb.pt